“O livro é a grande memória dos séculos… se os livros desaparecessem, desapareceria a história e, seguramente, o homem.” - Jorge Luis Borges

sexta-feira, 4 de julho de 2014

[Resenha] Talvez Um Dia de Elisete Duarte

Autora: Elisete Duarte
Editora: Pandorga
Páginas: 224
Classificação: 3/5
Ano: 2013
Sinopse: Como saber o que o futuro nos reserva, como saber o que um amor nos reserva? Vanessa é uma bela jovem a procura de emprego, e durante uma entrevista se apaixona perdidamente pelo seu futuro chefe, César, um jovem empresário rico e bem sucedido. O sentimento que nasce entre eles é algo forte e em questão de dias ambos se vêem no meio de um grande amor! Mas, Vanessa é seqüestrada e todos os seus sonhos desmoronam como castelos de areia, sem poder falar com César, dizer a ele onde está e o que lhe aconteceu. Como se não bastasse toda a dor e sofrimento do cativeiro seu amado se casa com outra ao acreditar que ela era uma golpista. Com uma linha fina entre a morte e a vida ela não tem certeza de nada. Talvez um dia ela possa recuperar a sua vida que foi tomada. Talvez um dia ela possa reencontrar seu amor e ser feliz novamente. 
  Sabe quando você lê a sinopse de um livro, e começa a ficar ansiosa para começar a lê-lo, então foi isso o que aconteceu quando eu li a sinopse de Talvez um Dia a primeira vez.
  Talvez um Dia conta a história de Vanessa, uma jovem bonita, inteligente e bondosa, que está em busca de um emprego, como não consegue pede ajuda a um amigo, que entrega o seu currículo para César, um jovem empresário, descrito como bonito e sexy, que está em um suposto relacionamento com Regina, uma mulher mimada, que faz de tudo para César ficar com ela, já que acredita que ele é dela.
  Uma das loucuras que Regina, decide fazer depois de descobrir que César e Vanessa estão em um relacionamento e que irão revelar ao mundo esse amor, é contratar um amigo antigo para sequestrá-la, quando sequestrada mandam Vanessa escrever um bilhete dizendo que não ama César e que estava cansada com a vida que tinha. O pai de Vanessa não acredita, porém César cai e decide esquecê-la. Assim Regina muda a sua atitude, e começa a consolar César, que depois de um tempo marca o casamento com Regina.
  No cativeiro Vanessa sofre, e o único consolo que tem é Fábio, um jovem apaixonado por ela e que a ajuda a passar os dias. Depois de um tempo, Vanessa descobre um milagre que acontece e que a unirá para sempre com César.
  Talvez um Dia tem um enredo interessante, mas não me agradou. Os personagens acabam se envolvendo rapidamente sem haver muita emoção e além disso César pareceu um personagem meio bobo, por cair tão rapidamente no que Regina aprontava. E Vanessa era meio estressante já que grande parte do livro mostrava ela no cativeiro tendo as mesma atitudes, não fazendo nada de novo. O livro é contada em terceira pessoa proporcionando todos os lados da história.
  Bem mesmo que eu não gostei muito do livro, se você quiser ler o livro eu recomendo que leia.

Book Trailler do Livro:

  P.S: Outra coisa que me conquistou foi a capa. 

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhar

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Google+

Sobre o Blog...

O Rain, Books & Coffee é um blog para compartilhar minhas opiniões, resenhas e novidades sobre livros. Aqui você encontrará de todos os estilos, desde romances até drama. Fique a vontade para compartilhar, sugerir e comentar. Volte sempre...

Quem sou eu

Minha foto

Uma garota de 19 anos, apaixonada por livros, música e também que se apaixonada facilmente pelos personagens dos livros. Considerada bastante tímida, mas que somente as pessoas realmente próximas sabem que é uma garota que pode ser considerada maluca.

Participo!

Follow by Email

Seguidores

Blog Archive

Translate

Entre em Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Siga no Bloglovin

Google+ do Blog

Copyright © Rain, Books & Coffee | Traduzido Por: Mais Template - Premium Blogger Templates